Crianças que não se alimentam

Crianças que não se alimentam

Hoje atendemos crianças de vários estados com algo em comum, elas se alimentam de forma errada, na base de batata frita, bife, arroz, massa sem molho e algumas porcarias alimentares. Há um tempo estamos notando que várias crianças trazem esses aspectos, mas o que ninguém podia imaginar é que com o tratamento através de rad (regressão a distância) nos pais, e de regressões em crianças com desenho constatamos que várias crianças trazem um aspecto em comum, as crianças tinham além do “problema de uma alimentação não saudável, uma mediunidade muito grande, e esta tinha uma razão de ser, pois vinham para ajudar  algum membro da família, fazendo com que aquele membro da família da criança viesse a buscar ajuda espiritual para ajudar a criança, mas como consequência os próprios adultos se dirigem então a espiritualidade e a caridade, não sendo necessariamente que a pessoa a ser ajudada pela criança seja um pai ou mãe, mas podendo ser um irmão ou avó, avô. Parece uma loucura, mas a alimentação está diretamente ligada a energia necessária, e ao equilíbrio que estas crianças necessitam para ajudar, e através das regressões, e a mudança desta família na busca pela espiritualidade e evolução vão trazendo a melhora na alimentação da criança. Muitas vezes notamos também que pais com mediunidade não trabalhada tem filhos muito mediúnicos, e que trazem estas questões mediúnicas muito novos e obrigam seus pais  a buscar os centros espíritas. Essa é a maneira de os pais buscarem a espiritualidade e trabalharem as mesmas, se pensarmos uma maneira meio torta ,mas que está se tornando frequente, acreditamos que isto é uma necessidade no acordar da humanidade em enxergarmos que somos muito mais do que  a matéria física. Se todos da família tem muita  mediunidade e problemas dentro de suas casas é importante trazer  a espiritualidade para dentro de seus lares, e isto pode ser feito através do evangelho no lar, trazendo para  a família a harmonia necessária. Compartilhe!Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova...

Read More

Criança Interior – Crianças Feridas

Criança Interior – Crianças Feridas

Você já se perguntou onde você se distanciou de sua criança interior, da sua e essência do que realmente você é, já se questionou o que estou fazendo nesta vida aqui… e qual o seu propósito de vida? Nossa infância é o momento de sermos direcionados por nossos pais e educadores a acertarmos nesta caminhada da vida, a evoluirmos e darmos o nosso melhor, mas quando nossa criança é ferida, isso traz uma ruptura da nossa essência maior e ai esta os problemas que vão nos afetar na fase adulta da nossa vida. Reencontrar com nossa criança interior, com nossa essência traz nosso propósito de vida, mas para que isso aconteça você tem que ir a fundo e perceber aonde e quando sua criança foi ferida, quando te falaram que você não era capaz, ou que você não era bom o suficiente. Quando por algum motivo não respeitaram que tu eras uma criança, que precisava usar os teus dons, quando te faltou amor, quando teus dons foram podados e quando te falaram isso é feio, isso não pode, quantos não foram te dados? Quantas vezes tua criança apanhou e viu que o amor era bater e aí trouxe para sua vida adulta que o amor era violência, e que par ser amada você não deve ser respeitada. Hoje vejo que uma criança ferida não consegue chegar ao seu propósito e a reconexão com sua criança o encontro do teu adulto com tua criança poderá te trazer de volta ao propósito de tua vida, e ao proposito maior que é o amor com você mesmo e com todos que cruzam a tua caminhada da vida. Juliana Vergütz Terapeuta Reencarnacionista Compartilhe!Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova...

Read More

Doenças

Doenças

Toda doença é um padrão de pensamento e de um sentimento ruim que pode estar impregnado em nosso espirito, mas que é fruto de outras vidas ou desta vida. Pensamentos e sentimentos repetitivos que precisam mudar através de nossa reforma íntima. Às vezes a doença é uma maneira de limpar o que está no inconsciente e que de certa forma não conseguimos há várias encarnações e, talvez por isso que, às vezes, até nos curamos, mas nossa doença retorna e mais forte, pois não conseguimos mudar. Nas crianças não é de outra forma, elas são espíritos que possuem uma bagagem de várias encarnações, algumas vitoriosas de desenvolvimento da evolução do espirito, mas muitas, fruto de padrões comportamentais errôneos que precisam de mudança para que possam evoluir espiritualmente. Muitas vezes, um espirito que vem com uma doença grave vem numa oportunidade de mudar o que não consegue há várias encarnações, então a doença passa a ser um agente de limpeza, de mudança. Talvez por isso enxergamos tanto dentro de família que passam pelo processo de doenças uma mudança muito grande sobre o valor da vida, e da materialidade. Outras vezes, a doença é uma oportunidade dos espíritos que estão como uma família nesta vida, de enxergar muito de si, de mudar, de valorizar o que realmente tem valor: o amor. Doenças são muitas vezes a soma de traumas de outras vidas seja no psicológico, seja na materialidade do corpo, levando isso para nosso períspirito e trazendo de volta à essa vida atual quando reencarnamos. Somos espíritos e somamos em nós tudo o que sentimos, vivemos e o que colocamos para dentro de nosso corpo físico há várias e várias encarnações, mudamos a casca mas não mudamos nosso espirito, então as crianças são espíritos e por isso suas doenças. Mas a reforma íntima das crianças pode ser direcionada pela educação e amor dos pais. Muitas vezes a doença é um agente transformador na vida da criança e dos pais, para uma evolução conjunta. Não é uma punição, é um meio, o agente transformador da vida por meio da dor, para aprendemos o amor. Juliana Vergutz Terapeuta Reencarnacionista   Compartilhe!Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova...

Read More

CRIANÇAS MEDIÚNICAS

Algumas crianças são mediúnicas, veem, sentem, conversam, intuem, mas o que fazer quando uma criança vinda ao consultório relata uma mediunidade tão aflorada? O melhor é levar esta criança tomar passes no centro espírita, participar da escolinha das crianças no centro espírita ou espiritualista se a criança já estiver maior, quase um pré-adolescente, conjuntamente com o centro que estará frequentando ver a possibilidade de estudar em um centro. Algo que é muito importante é os pais acreditar e ouvir seus relatos com interesse, mas nunca colocando o filho como alguém especial, pois mediunidade todo nós temos. Quando esta criança chega então aos 7 ou 8 anos de idade toda a ligação com o plano espiritual se corta então a criança fica mais presente aqui e agora ou aterrada ao seu plano físico, mas há alguns que não param de ter suas visões ai devemos observar se é uma mediunidade se desenvolvendo ou alguma ligação com suas vidas passadas. Se caso for mediunidade muito forte podemos então devagar no tempo do adolescente ali pelos 12 a 14 anos encaminhar a estudos no centro espírita ou espiritualista. Muitos centros espíritas estão abrindo os estudos as crianças para que devagar com o estudo da doutrina sua mediunidade possa somar em suas vidas e não ser motivo de atrapalho, já os centros espiritualistas estão recebendo jovens que tem a liberdade de primeiramente dar mais dedicação aos estudos de seus colégios e depois a seus estudos mediúnicos. Vale lembrar que os grandes gênios da humanidade fizeram seus grandes feitos muito novos, talvez canalizando todo o aprendizado do plano espiritual. Na verdade não podemos mais fugir ou negar, crianças mediúnicas estão por toda parte, mas já estavam aqui as crianças mediúnicas só que se falava menos, tínhamos menos informação sobre espiritualidade ,mas hoje com tudo que sabemos ,com a nossa nova consciência não podemos fingir que elas não estão aqui, só que haverá um momento que a mediunidade ,a clarividência a intuição farão parte de nossa vida cotidiana como se fosse algo normal como comer ou dormir, é a nova era a era do amor e do perdão. Juliana Vergütz Psicoterapeuta Reencarnacionista CONSULTÓRIO: Rua Adão Baino, 146 – Bairro Cristo Redentor Porto Alegre – RS – CEP 91350-240 Fone (51) 3517-6595 Compartilhe!Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova...

Read More

CRIANÇAS QUE VEM DE OUTRAS GALÁXIAS

As crianças que vem de outros planetas se sentem como estranhos nesta terra, pois tem outra forma de sentir e de pensar, mas mesmo tendo toda esta bagagem evolutiva e vindo a terra com missões diversas, tem a mesma lei do esquecimento dos terráqueos o que muitas vezes os impossibilita de levar sua missão adiante. Quando chegam a terra não se adaptam a roupas, maneira de pensar das pessoas, comida, são diferentes e muitas vezes isolados e com frequência sabem de suas missões, e com elas muitas vezes nem se permitindo a serem crianças no corpo que receberam, na incompreensão das pessoas que estão seus pais nesta vida terrena se perdem as crianças e adolescentes nas drogas pois sua sensibilidade é muito grande e adaptação neste mundo tão pesado se de forma muito difícil para estes seres. Lembro de uma regressão de um ser que para vir a terra seu corpo teve que passar por transformações antes de vir ,e tanto é verdade que enquanto relatava o processo pelo qual teria passado a energia que era dela no planeta de origem, e que não poderia ser adaptada na terra nos queimou e sai da regressão como se tivesse passado a tarde exposta ao sol, vermelha principalmente em meu rosto, foi impressionante , e as regressões feitas após a esta sempre foram de uma liberação de energia muito intensa e constante, a ponto de não conseguir ficar quieta e minhas pernas sempre ficavam como se tivessem inquietas, ela relatou as naves que ficam ao redor da terra dos trabalhos para nos auxiliarem nosso trabalho evolutivo. Mais tarde foram feitas regressões em seu filho que também não era daqui e desta forma tinha dificuldade de se permitir ser criança enquanto sua missão não chegava; Os relatos das crianças adolescentes e adultos, são desde o planeta das plêiades até planetas azuis e laranjas onde os seres são amorosos altos e com muita evolução. E muitas vezes estes nem gostariam de vir, fazendo com que se fechem ao chegar aqui. Mas vem alguns com missões e outros porque não conseguiram permanecer na frequência do planeta em que estavam. O que nos é relevante é que são seres que não se adaptam e ao se descobrirem extraterrestes começam através destas compreensões a aceitar estar aqui, e até mesmo se permitem viver como crianças até a sua fase adulta e ai assumir sua missão. Sobre as escolas é muito importante ressaltar que as crianças de outros planetas já estão mais evoluídas em vários aspectos, e de certa forma mesmo inconsciente sabem o que querem fazer quando adultas, em termos profissionais pois vem dirigidas e projetadas a missões terrenas evolutivas Elas vem, para nos ajudar seja...

Read More

Juliana Vergütz lança o livro A CIDADE DO AMOR

Juliana Vergütz lança o livro A CIDADE DO AMOR

Uma cidade sem trancas nas portas, sem grades nas janelas. Onde todos se cumprimentam, têm trabalho, são amigos e possuem um lar. Onde as crianças aprendem valores, caridade, yoga mas também aprendem português, matemática e música. Esta é a CIDADE DO AMOR, livro de estréia da psicoterapeuta reencarnacionista Juliana Vergütz. Nele, ela aborda a conversa entre mãe e duas filhas, naquela hora especial de contar uma história para dormir. A CIDADE DO AMOR foi ilustrado por Denise Brandt, artista plástica radicada em Brasília, criadora da grife Boneca de Papel®. A narração do livro ficou a cargo de Larissa Lima, autora do livro O Espanta Tranqueiras, também disponível na iBooks Store. Esta versão de A CIDADE DO AMOR foi feita para iPad. Você pode comprar o livro ou baixar uma amostra clicando no botão abaixo! Compartilhe!Clique para compartilhar no Facebook(abre em nova janela)Clique para compartilhar no Twitter(abre em nova janela)Clique para compartilhar no LinkedIn(abre em nova janela)Clique para enviar por email a um amigo(abre em nova janela)Clique para imprimir(abre em nova...

Read More